O mercado crescente das bebidas funcionais

Atualizado: 23 de mar.



Um mercado que movimentou US$ 130,5 bilhões no mundo em 2021, segundo a consultoria Business Research Company, 7,7% mais do que em 2020, a inovação de bebidas funcionais tem agitado os centros de Pesquisa e Desenvolvimento pelo mundo.


Com um empurrãozinho da pandemia da COVID-19, que levou consumidores a buscar uma alimentação mais saudável e um estilo de vida mais balanceado, estima-se que as vendas cheguem a US$ 173,2 bilhões em 2025.


Uma pesquisa brasileira mostra que essa demanda é crescente. Segundo a nova edição da pesquisa anual de tendências feita empresa de embalagens para alimentos e bebidas Tetra Pack, em que 2.300 brasileiros foram ouvidos, mais da metade (58%) aumentou o consumo de produtos que reforçam o sistema imunológico, outros 39% desejam fazer isso. E quase 60% manterão o volume de compra de produtos funcionais.


Para os respondentes da pesquisa, o produto ideal para aumentar a imunidade deve ser: enriquecido com vitaminas, frutas cítricas, mel, zinco, fibras; livre de ingredientes artificiais; e causar sensação de energia. “O consumidor já tem uma noção boa do que pode trazer mais imunidade”, conseguir transmitir essas informações no rótulo do produto, cuja clareza foi um dos pontos citados como essenciais em um produto ideal.


Os alimentos funcionais se caracterizam por oferecer vários benefícios à saúde, além do valor nutritivo inerente à sua composição química, podendo desempenhar um papel potencialmente benéfico na redução do risco de doenças crônico degenerativas.


Os alimentos e ingredientes funcionais podem ser classificados de dois modos: quanto à fonte, de origem vegetal ou animal, ou quanto aos benefícios que oferecem, atuando em seis áreas do organismo: no sistema gastrointestinal, no sistema cardiovascular, no metabolismo de substratos, no crescimento, no desenvolvimento e diferenciação celular, no comportamento das funções fisiológicas e como antioxidantes. A bebida funcional é um produto não alcoólico, com ingredientes que cumprem um desses papéis específicos.


A Nescafé Dolce Gusto, da Nestlé, está ampliando seu portfólio de bebidas funcionais, naturais e veganas, dos projetos de inovação, 50% estão nessa linha. É uma categoria ainda com volumes não tão altos, mas que cresce muito. A Nestlé também incluiu no catálogo as cápsulas Double Shot, com duas vezes mais cafeína, e chás funcionais da Nature Heart’s, como o ‘Zen Style’, que combina chá de camomila, maracujá e chá branco, ou o ‘Power Tea’, de chá verde, abacaxi e gengibre.


Os chás gaseificados e refrigerantes com apelo de saudabilidade e adição de fibras e vitaminas, hoje já comumente reconhecidos pelo consumidor por fortalecer a imunidade, são o alvo de muitas startups de alimentos no Brasil.


A One More, que produz uma ‘bebida balanceadora’ a base de colina (vitamina do complexo B relacionada ao desempenho cerebral, sistema nervoso e memória), esperava que o faturamento de R$ 1 milhão em 2020 saltasse para R$ 10 milhões em 2021, porém devido à alta dos custos das matérias primas e comportamento mais conservador de certos canais de distribuição, o faturamento ficou um pouco abaixo do esperado segundo Arthur Guimil, um dos fundadores da empresa.


Tendência entre os millennials, as bebidas em lata vêm ganhando cada vez mais espaço nas prateleiras dos supermercados como uma opção prática e sustentável para o consumo, e de olho também nesta tendência, a Blondine, companhia de bebidas artesanais, lançou em Outubro de 2021 seu refrigerante Be Pop, totalmente reformulado com novos sabores de frutas exóticas, embalagem menor em lata, com ingredientes 100% naturais, sem açúcar nem adoçante (adoçado apenas com suco de fruta) e com adição de fibras boas ao intestino, ganhando o prêmio de segundo lugar de produtos mais inovadores da Local.e - Melhores Lançamento de Marcas Locais 2021.


Para ganhar o consumidor na área de bebidas funcionais é crucial a entrega de “benefícios” porém sem perder o sabor e o prazer. A Mintel relatou frutas vermelhas, cítricos, frutas tropicais e guaraná como os sabores mais consumidos e bebidas adicionadas de ingredientes funcionais encontrarão aceitabilidade mais rápida do consumidor se investirem nestes sabores em demanda.


O resultado? Um mercado em amplo crescimento, definido por foco em funcionalidade, com perfis de sabores naturais e formatos familiares.


Precisa de ajuda para desenvolver a melhor bebida funcional do mercado? Conte com a Inov3, nós temos um time qualificado para te auxiliar desde o desenvolvimento do conceito do produto até a prateleira.


Fale conosco, clique aqui.








195 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo